ACE/CDL, empresas e comunidade realizam projeto de desenvolvimento sustentável para cidade

ace

Projeto é inspirado nos objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU

No mês de março teve início o projeto Sacramento 2025 – Cidade Empreendedora, coordenado pela Associação Comercial e Empresarial de Sacramento (ACE) e Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e em parceria com pessoas físicas e as empresas ATM Contabilidade, Casa de Carne Central, Locação Multicoisas, Pacheco Buffet e Eventos, Posto Trevo, Supermercado Renata, Saks, Posto Santo Antônio, Scala, Sicoob Sacramento, Spark e Viaje Vale, que abraçaram o projeto. O Sacramento – 2025 é inspirado nos 17 objetivos de desenvolvimento sustentável das Organizações das Nações Unidas (ONU) e tem recebido o apoio técnico dos consultores Nancy Alemany e Joaquim Rodrigues Júnior, da empresa Adapta, de São Paulo.

O projeto surgiu diante da busca de dados sobre a cidade que a ACE/CDL procurava para trabalhar em seu segmento. Em um encontro entre ACE/CDL e os empresários da Adapta, a ideia de levantamento de dados para trabalho foi além e se transformou na expectativa de que com esses dados, fosse possível realizar em Sacramento um projeto de desenvolvimento sustentável para que a cidade possa evoluir de modo consciente.

O objetivo do Cidade Empreendedora é o desenvolvimento sustentável do município acreditando que pessoas, empresas, governo e organizações sociais agindo juntos, podem lidar melhor com os problemas sociais e gerar soluções surpreendentes.

Para que o projeto saísse do campo das ideias, apenas o patrocínio das empresas não seria suficiente, por isso, o primeiro passo foi um encontro entre pessoas que atuam em diversas áreas da cidade para serem questionadas sobre a possibilidade de sucesso da ação em Sacramento e também da disponibilidade delas para contribuírem com o mesmo.

O encontro aconteceu em janeiro e na ocasião foi realizado um “brainstorming” para levantamento dos maiores problemas encontrados no município. Diante deles, grupos de trabalho com diferentes focos foram criados para que cada assunto fosse direcionado. Concluiu-se diante dos problemas que eles se identificavam com quatro dos 17 objetivos da ONU: trabalho decente e crescimento econômico; indústria, inovação e infraestrutura; cidades e comunidades sustentáveis; e parcerias e meios de implementação.

Para iniciar o projeto na prática, a empresa Scala contribuiu de imediato disponibilizando dados que foram levantados em uma pesquisa relacionada ao município e de uso exclusivo dela, para direcionar com mais clareza os problemas encontrados.

Posteriormente os grupos de trabalho foram criados e atualmente são quatro: grupo Capital Humano, onde levanta-se as necessidades relacionadas à educação de qualidade desde o ensino infantil até o ensino superior e pesquisa as necessidades de qualificação de mão de obra envolvendo empresas e ONG’s da cidade; Grupo do Turismo, onde é realizado o levantamento sobre os atrativos da cidade, infraestrutura de acesso e negócios de hospitalidade, criação de roteiros e rotas envolvendo os atrativos buscando transformá-las em “Pontos Turísticos” viáveis, levantamento de oportunidades de qualificação profissional em áreas relacionadas ao turismo e concepção de estratégia de negócios para viabilizar o turismo em Sacramento; grupo Terceiro Setor, onde são criados e desenvolvidos os projetos pautados pelos grupos Capital Humano e Turismo; e o grupo Executivo, que aprova e encaminha os projetos aos órgãos competentes, e patrocina o Cidade Empreendedora para que o mesmo possa ter o direcionamento da Adapta.

Para Nancy Alemany o projeto tem sido bem desenvolvido na cidade. “O Sacramento – 2025 tem sido muito receptivo e está evoluindo. Eu acredito que as metas vão se superar”, revela.

Apesar de os grupos de trabalho já estarem em desenvolvimento, ainda é possível participar e contribuir para o futuro da cidade. Para isso basta entrar em contato na sede da ACE/CDL ou pelo telefone 3351-1466, ou pelo e-mail do projeto: [email protected] e informar qual grupo tem interesse em participar.

Informações podem ser encontradas também no site da ACE/CDL em: acesacramento.com.br, Projeto 2025.

Fonte: Mariana Alves (ACE-CDL