Assessoria do prefeito Baguá esclarece ao TOPUAI sobre repasse das subvenções às entidades

subvenções

Depois da repercussão de uma publicação no Facebook, na página “Por uma Sacramento Melhor” de que as instituições sociais não estavam recebendo subvenções da Prefeitura Municipal, a reportagem do TOPUAI procurou a assessoria de imprensa do prefeito Wesley De Santi de Melo – Baguá, para esclarecer o que realmente teria ocorrido com esse impasse.

Na rede social, o cidadão destacou em seu post assim: “...a CIJU, por exemplo, não tem dinheiro para comprar carne para as crianças. Por certo que as demais instituições, sobretudo as que cuidam de crianças e idosos estão na mesma situação. Mas vai ter carnaval! ‘...a verba é outra!’”.

Diante da polêmica, questionamos o governo se as instituições estavam com as subvenções em dia.

Por e-mail, o jornalista da prefeitura Marcelo de Paula, prontamente enviou a resposta do governo. Confira na íntegra:

“Em atenção as informações solicitadas via e-mail no dia de hoje [05/02], o Governo Municipal esclarece que as instituições beneficiárias de subvenção estão formalizando a documentação exigida pelo Marco Regulatório - Lei Federal n 13.019/2014. O numerário correspondente a cada uma está disponível, desde que cumpridas as diligências formais a cargo de cada instituição. Assim, não há nenhuma pendência ou atraso no pagamento das subvenções por parte da Administração Pública”.

A reportagem não procurou nenhuma instituição. Caso alguma queira contestar o que diz o governo municipal, o portal oferece o mesmo espaço cedido à Prefeitura para maiores explicações.

Cabe lembrar que em março de 2018, a direção da CIJU ameaçou fechar as portas, caso a Prefeitura não repasse o valor aprovado das subvenções. Na época foi dolorido sentir que as crianças que necessitam dos cuidados desta creche, não poderiam mais frequenta-la por causa do atraso dos pagamentos das subvenções. Diante de muitas manifestações, a PMS regularizou o pagamento e a creche voltou às atividades normalmente.