Carolina ganha nova biografia e ‘Hora do Rap’ em sua homenagem

Carolina Maria de Jesus

Em virtude dos 104 anos de nascimento da escritora sacramentana Carolina Maria de Jesus (1914-1977), vários acontecimentos estão sendo realizados esta semana em Sacramento e país afora.

Em São Paulo, capital, acontece nesta quinta-feira (15), o lançamento do livro Carolina: Uma Biografia, pela Editora Malê, escrita pelo jornalista e crítico literário Tom Farias; no Rio de Janeiro (RJ), o mesmo lançamento acontecerá no dia 20.

Em Sacramento, além das escolas homenagearem a escritora, a Secretaria de Cultura promove a apresentação do monólogo “O Luxo do Lixo” com a presença do ator Wilson Rabelo. O evento acontece nesta quarta-feira (14), às 18h30, na Casa da Cultura “Sérgio Pacheco”.

Além da apresentação teatral, o anfiteatro recebe ainda a exposição sobre a escritora pela professora Marilese Pacheco; o grupo de dança da professora Eliana Borges; e o grupo de dança do ventre da professora Maria Amélia Pacheco.

1

A Hora do Rap em Sacramento

Através de convite da Secretaria de Cultura, os jovens Gabriel Dias e Dênis Balduíno, promovem no próximo domingo (18) às 21h, em frente o Arquivo Público Municipal, o último evento da Semana Carolina Maria de Jesus, “A Hora do Rap”.

O evento, acontece desde 2016, de forma independente. Segundo Dênis, “já era um sonho nosso ver a cena do Hip Hop crescer em Sacramento. Com o incentivo da Star Tatto, fizemos a primeira edição, depois aconteceu outra no bairro Cajuru, outra em Igarapava (SP), Nova Ponte (MG) e a último no bairro Perpétuo Socorro, durante o evento ‘Skate é arte’, esta em parceria com a associação do bairro”, explica.

Para Dênis, Sacramento precisa fortalecer o cenário cultural e com este evento abre mais espaço para todas manifestações culturais: “a cidade é muito rica em cultura, porém a gente vê ‘cada um no seu canto’ e o intuito da Hora do Rap é justamente este, fortalecer toda a cena cultural, não se prendendo apenas ao hip hop, que ainda é algo novo para muita gente e por ser uma cultura que tem se difundido muito, as vezes ela chega até de forma distorcida na molecada de hoje em dia”, pontua.

Nesta edição, o evento apresentará os quatro elementos - Rap, Deejay, Break e Graffiti. “É nítido um crescimento do público desde a primeira edição, pois sempre teve quem apreciasse o rap em nossa cidade, mas esse público não tinha muito espaço até então”, conta.

Para a realização do evento, a Secretaria de Cultura está patrocinando as despesas com transporte, alimentação, tintas para o graffiti e outros.

Atrações - Coletivo de Hip Hop de Franca-SP, pela primeira vez em Sacramento, é responsável por vários eventos na região; reúnem-se várias Crews de B-Boys, Mc's, Dj's e Graffiteiros.  De Uberaba, o Mc Mano Jota, e ninguém menos que Toi & Dj Nene - os responsáveis pela "Batalha do Calçadão", que estão apoiando o evento desde o início, com intuito de incluir Sacramento no Circuito Nacional de Batalhas de Mc's. Gabriel Dias será o mestre de cerimônias e Dênis Balduíno encarregado do Graffiti.

Expectativas – Para Gabriel, “o evento ainda é sempre voltado à filantropia, com apoio social e revertido em alimentos, oficinas, focando o desenvolvimento da juventude”. Dênis complementa: “por estarmos na organização desde o início, é muito importante essa abertura e o espaço que a Secretaria de Cultura nos ofereceu. Olhamos o futuro do Hip Hop Sacramentano com bastante otimismo, tem muito talento escondido nessa molecada aí, só precisam de oportunidade”, concluem.

* Redação/Daniel Afonso