O 1º ano de funcionamento da Escola Técnica de Sacramento

escola técnica

Agosto de 2017. Um ano de funcionamento da Escola Estadual Escritora Carolina Maria de Jesus, uma das duas escolas técnicas que são realidades em Minas Gerais. À frente da direção, a professora Shirley Aparecida Ribeiro Tavares Magnabosco, comentou durante esta reportagem ao TOP UAI que as expectativas de hoje são maiores que há um ano, onde o compromisso inicial era o ingresso de alunos da cidade e região, com cursos profissionalizantes diversos.

Segundo a diretora, a cidade merece a escola profissionalizante por atender os alunos em seus interesses em adquirir uma profissionalização. De fato, esta é uma realidade que contribuiu para que a população estude em Sacramento sem a necessidade de especializar em um curso técnico fora da cidade e ainda atraindo outros alunos da região. No final de 2017, a escola já terá a sua primeira formatura em três cursos.

Novos cursos técnicos já estão em fase de autorização através da Secretaria de Estado de Educação; são eles: Serviços Públicos, Agente de Saúde e Enfermagem. A direção da escola também garantiu matrículas para o próximo ano de novas turmas dos técnicos de Administração, Informática, Marketing e Secretariado.

Ainda em estágio embrionário, como a diretora mesmo define, há estudos com a Superintendência Regional de Ensino de Uberaba para a Escola Técnica de Sacramento oferecer outros níveis de Educação. “Este primeiro ano foi árduo, porém a dedicação dos servidores e das voluntárias tem nos sustentado no sonho de servir à Educação”, reconheceu.

 

comemoração
Comemoração da equipe de profissionais da Escola Estadual Carolina Maria de Jesus (Foto: Reprodução/Facebook Ralf Carvalho)

Bruna Melo é professora da escola desde que iniciou as aulas. Atualmente leciona as disciplinas de Gestão de Pessoas e Operações Contábeis II, no curso técnico de Administração. Para ela, a escola que tem alunos inclusive da cidade vizinha de Conquista tem muito para oferecer e crescer ainda: “a escola representa oportunidade de qualificação para a população da cidade e região. Estamos na expectativa que futuramente possa abrir novos cursos. É um grande ganho para Sacramento e região”.

Já Ralf Carvalho, que também é professor desde que abriu, leciona para as turmas de Administração e Marketing, a escola representa uma melhor condição de vida para a população. “É um privilégio para poucos no Brasil, antes para eu fazer meu primeiro curso técnico, eu gastava muito dinheiro com curso, alimentação e ônibus, fora todo o desgaste físico e mental. Hoje nossos alunos tem tudo isso gratuitamente e de forma bem profissional e dentro da própria cidade, com todo carinho e dedicação de cada professor e profissionais que ali se encontram”, destaca.

A vantagem de se obter no currículo um curso profissionalizante é um passo à frente ao mercado de trabalho. E com isso, o professor Ralf garante que a escola está apta atender todos os alunos que buscam essa capacitação. “É uma forma de amadurecer as ideias de quem já é um profissional e deseja um cargo melhor; é um ensinamento de vida para as novas gerações de trabalhadores que frequentam tanto nossa escola como ainda cursam o segundo grau. É uma forma madura de tirar os adolescentes das ruas e mostrar que pode ser melhor na vida e com certeza nossa escola técnica foi a maior bênção para Sacramento”, finalizou.