Seis atletas da cidade disputam circuito Cana Bike em Igarapava

Mountain Bike

Ciclistas fecharam 2017 disputando a última prova de Mountain Bike do ano; Messias fica em 1º na sua categoria, os demais ficam dentre os 10 de cada categoria.

O ano de 2017 se consolidou como o ano do Mountain Bike em Sacramento (MG). A febre pelo ciclismo vem atraindo cada vez mais adeptos. E se a cidade já alçou voos no voleibol, no futebol, na natação, no kung-fu, agora com certeza a modalidade dos apaixonados por bikes, vem ganhando força e trazendo cada vez mais excelentes resultados para os atletas.

Neste domingo (12) aconteceu na cidade de Igarapava (SP), mais uma prova: Cana Bike. Conheça os seis atletas de Sacramento e seus resultados:

- Messias Borges: campeão na categoria Sub-30 e 5º lugar na Elite (geral);

-  Fernando Silva: 2º lugar Sub-45;

- Robson Brandolis: 8º lugar Sub-30;

- Tallis Pansani: 4º lugar Sub-30;

- Thiago Vieira: 5º lugar Sub-30;

- Rafael Demartine: 7º lugar na categoria Júnior.

Segundo Messias Borges, 23, que alcançou o melhor resultado dentre os amigos do Sub-30, foram mais de dez competições em 2017. “Como foi minha primeira temporada, o maior desafio foi a falta de experiência, tive que ir aprendendo com os erros, apesar de ainda ter muito a aprender. Esse ano serviu para mostrar muitas coisas”, revelou ao TOPUAI.

Depois de Messias, Tallis Pansani foi outro que conquistou lugar no pódio, em 4º lugar, e comemorou resultado: “para falar a verdade não esperava um bom resultado nessa prova, mas me surpreendi, andei muito bem e consegui esta classificação. Uma excelente forma de terminar 2017, que venha 2018”, destacou em sua rede social.

A prova – com um percurso de 42 quilômetros, segundo os competidores, com subidas duras e chão molhado devido à chuva do dia anterior.

Messias comenta resultados da temporada 2017

 

cana bike
O atleta sacramentano Messias Borges, que hoje reside em Araxá, ficou em 1º lugar no Sub-30 e no geral em 5º (Elite)

Para competir, além do treino é preciso investir em uma boa bicicleta. Messias utiliza uma bike modelo Sense Carbon Invictus, mas segundo ele, é preciso treino e aperfeiçoamento. “Ela é perfeita para o meu momento, porém ela não anda sozinha. Apesar de ser um excelente equipamento para treinos e competições, fui me adaptando com ela ao longo do ano”, declara.

Mesmo participando destas provas sem patrocínio, Messias destacou que o apoio da família sempre é importante.

Sobre o treinamento, ele conta com apoio do profissional Daniel Grossi, da equipe Groove. E as expectativas com os resultados desta temporada, dão cada vez mais ânimo para o atleta: “estou muito feliz com minha evolução ao longo do ano, muito aprendizado adquirido. Fecho 2017 no meu auge, com mais gás para trabalhar duro ano que vem. Espero correr em competições de maior porte no cenário nacional, a tendência e o objetivo agora será sempre continuar evoluindo”, finaliza.

* Redação/Daniel Afonso