Casa de acolhida do Gtufa inaugura nova sede

Gtufa

O feriado de Dia de Nossa Senhora Aparecida também foi um dia de bênçãos para a Ong Gtufa - Grupo de Trabalhadores União dos Filhos de Aruanda, de Sacramento. A diretoria da Ong inaugurou na noite de quinta-feira (12) a nova Casa de Passagem, local que funciona como um albergue, atendendo ao migrante, usuário morador da zona rural e família em caráter de urgência.

A nova casa, instalada na Rua Garibaldi França, 30 – no Jardim Alvorada, continua prestando os serviços de acolhida e hospedagem, encaminhamentos, oferecendo ainda jantar (sopa) e café da manhã, com atendimento diário no horário das 18h às 6 da manhã.

Durante a inauguração a diretora Sônia Silva agradeceu o empenho de toda equipe e reforçou a parceria com a comunidade. “Agradeço a colaboração e presença de todos, pois se não fosse por vocês, nossa luta não chegaria a este momento que por diversas vezes nos empenhamos para a reabertura desta casa, que estará funcionando de acordo com as regras fixadas no recinto. Esta casa visa abrigar a todos que por aqui passarem pelo tempo determinado, sendo acolhidos com dedicação e serenidade nos princípios da entidade”, declarou.

Sônia reforçou que para manter as portas abertas da casa, a Ong necessita do apoio da comunidade, na realização de eventos e doações. “Este local é provisório, pois o grupo se empenhará para conseguir um espaço definitivo. Temos ainda como prioridade, construir neste espaço mais um banheiro, por isso, vamos precisar de doações, eventos e parcerias futuras”, destacou.

Com a participação das crianças Luiz André na flauta e Paulino Filho no cajón, o público assistiu uma apresentação musical, conheceu as dependências da casa, ofertados ainda com um mini coquetel.

O evento contou ainda com a presença da secretária de assistência social Silvia Madalosso e da servidora Rosangela Nogueira. “É uma instituição que se faz necessária, pois há uma demanda muito grande de migrantes e de usuários, principalmente da zona rural, que precisam deu uma casa de passagem para ficarem a noite quando têm consultas no outro dia cedo. Parabenizo a equipe do Gtufa pela abertura da casa, ficou ótima”, reconheceu Rosângela.

 

Gtufa
As crianças durante apresentação. Ao lado, Márcio e Deise, também voluntários da ONG

Entidade poderá ter reconhecimento de utilidade pública, se vereadores aprovarem projeto nesta segunda-feira (16)

Já consta na pauta da sessão da Câmara desta segunda-feira (16), conforme publicação no site, a votação do projeto de lei, de autoria do vereador Marcos Pires, de reconhecimento do título de Utilidade Pública Municipal à Ong Gtufa.

Fundada em 20 de agosto de 2011, a Ong espera, após aprovação deste projeto, captar recursos juntos aos órgãos públicos, para manutenção de seus trabalhos, que até então, são oriundos da renda de eventos e doações da população.

O benefício do reconhecimento prevê à Ong, habilitar-se ao recebimento de subvenções sociais, após sancionada a Lei, apresentando declaração de funcionamento regular nos últimos dois anos, mediante a fiscalização do Poder Executivo.

A Ong, de direito privado, beneficente, de assistência social, sem fins lucrativos tem duração indeterminada pelo estatuto e disposições legais que lhe forem atribuídas.

Integram a diretoria: Sônia Silva, Aymê Luiza, Luciano Souza, Deise Reis, Márcio Antônio, Gabriel Henrique, Narciso Oliveira, Marcos Vinícius, Letícia Brito, Brenda Bonetti, Cirlene Brito, Vânia Caetano, Solange Silva, Paulino Silva, Lindamar Silva, Larissa Brito, André Araújo e Diego Oliveira.