Cidade mantém criminalidade zero desde janeiro e ganha mais três câmeras de segurança

criminalidade

Bairro Cajuru, Avenida Visconde do Rio Branco e proximidade do Terminal Rodoviário ganharão câmeras de segurança

Dentre os municípios da região do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba, Sacramento vem se destacando favoravelmente em relação à redução do índice de criminalidade em todo o Estado. Desde janeiro de 2019 até o último dia de fevereiro, o índice mantém zerado com o número de crimes violentos.

Em entrevista ao portal TOPUAI, o atual comandante da 184ª Companhia da Polícia Militar, Tenente Milton Maffessoni Júnior (foto) – que assumiu o comando em janeiro, comemorou os resultados e disse estar satisfeito com as estratégias implantadas que ocasionaram esse índice positivo.

“Com certeza, trabalhos nestes dois meses sob nosso comando, com mais afinco, principalmente para combater os crimes violentos. Isso quer dizer que as estratégias deram certo e esse resultado é muito positivo. Sacramento continua no ranking como a cidade do Triângulo Mineiro/Alto Paranaíba com a maior redução de crimes violentos até o momento”, destacou.

Além das rondas das viaturas que também ampliaram no entorno da cidade e das 12 câmeras de videomonitoramento instaladas no ano passado - que contribuíram para a redução da criminalidade em Sacramento, mais três novas câmeras de segurança serão inseridas estrategicamente, através da parceria público-privada. Os novos pontos serão: uma no bairro Cajuru, uma na avenida Visconde do Rio Branco e outra em frente à Rodoviária.

Confira abaixo o balanço geral, comparativo do primeiro bimestre, de 2018 e 2019:

- Crimes Violentos – redução de 91%, ou seja, caiu de 11 para 1. Na verdade, foi feito apenas um único registro que consta no sistema de Sacramento, mas de forma errada. Segundo o comandante, neste período, uma vítima de caminhão foi assaltada na rodovia entre Araxá e Sacramento e a ocorrência registrada em Uberaba. Erroneamente, ficou registrada sendo em Sacramento. Ao constatar com a vítima sobre o local certo do assalto, ficou confirmada que a área pertencia à Araxá invés de Sacramento [por isso, no sistema consta 1 registro para Sacramento].

- Prisões – aumento de 4% de presos. Em 2018, foram 153 no 1º bimestre; já este ano passou para 159.

- Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) – explicando, significa um registro de um fato tipificado como infração de menor potencial ofensivo.  Comparando com o bimestre de 2018, ocorreu um aumento de 122% dos registros de TCO.

- Tráfico de Drogas – a prisão de traficantes teve um aumento significativo e importante, que gerou um crescimento de 37,5% em relação ao ano anterior. Uma estratégia internamente – não divulgada - entre os militares da companhia, contribuiu para esse índice.

- Autuação de Trânsito – mais fiscalização no trânsito que teve aumento de 30%.

- Remoção de Veículos Irregulares – aumentou 40%.

- Furtos – residências/comércio: redução de 13%.