Ladrões fazem avô e neto de reféns e roubam caminhonete

assalto

Na tarde de ontem (12), por volta das 17h30, avô e neto - que são da cidade de Sacramento (MG), passaram momentos de apreensão durante assalto na rodovia MG-427, quando foram feitos de reféns por bandidos por mais de 6 horas e tiveram o veículo, uma caminhonete Hilux roubada.

Segundo informações, o homem de 73 anos juntamente com o neto de 26, que trabalham com construção civil, estavam fazendo o trecho que liga a cidade de Planura à Conceição das Alagoas, quando foram abordados por um outro veículo, um Prisma, de cor prata, ocupados por quatro indivíduos.

Destes indivíduos, três estavam armados exceto o motorista, quando anunciaram o roubo e exigiram que o avô e neto descessem da caminhonete e entrassem no outro veículo, vindo a efetuar um disparo da arma, para amedrontar ainda mais as vítimas.

As vítimas foram transferidas o veículo Prisma que se evadiu do local com dois dos autores; os outros dois, conduziram a caminhonete. Eles seguiram por uma estrada vicinal e depois retornaram a rodovia, passando pelo trevo de Planura sentido Campo Florido.

Durante o conflito, as vítimas ainda foram surpreendidas, próximo a Pirajuba/Campo Florido, com um novo assalto às margens da rodovia. Os autores abordaram outra caminhonete Hilux e transferiu os três passageiros deste veículo para o Prisma, tomando rumo para uma estrada vicinal.

As cinco vítimas foram colocadas no banco traseiro do veículo, tendo todos seus pertences roubados. Durante três horas, os autores ficaram rodando com as vítimas em estradas com canaviais. Após o abandono da caminhonete, colocaram duas das vítimas no porta-malas e depois de um tempo, as cinco pessoas roubadas foram abandonadas em uma estrada vicinal a 5 km de Uberaba.

Os autores fugiram do local no veículo Prisma. De acordo com as vítimas, o líder dos assaltantes era branco, 1,60 m de altura; outro, era de cútis negra, alto, cavanhaque e barba; e outros dois, eram de estatura mediana, morenos claros, magros e cabelos pretos, todos com sotaque de serem mineiros.

A polícia continua realizando rastreamento para localização dos veículos, bem como dos autores. Até o momento, ninguém foi preso.

De Sacramento, as vítimas fizeram contato com a família, por volta das 23h.