Oficina culinária marca “Janeiro Branco” no CAPS

caps

Já não é incomum uma campanha ligada à saúde ser ampliada e mais discutida em meses específicos. Atrelado aos meses, adicionam-se cores, que trazem toda uma simbologia por trás. O mês de janeiro aderiu ao branco que fez alerta sobre os cuidados para a saúde mental.

Sendo assim, a equipe multidisciplinar do Centro de Atenção Psicossocial Luiz Giani (CAPS), além do tratamento médico, realizou atividades coletivas e individuais com os usuários.

De acordo com o secretário de saúde, Reginaldo Afonso dos Santos, o tema “Janeiro Branco – quem cuida da mente, cuida da vida” foi explorado pela equipe do CAPS através da confecção de cartazes – utilizados na tradicional Caminhada da Paz, bem como corações brancos que foram distribuídos para o público.

Além da caminhada, os usuários ‘aniversariantes do mês’ participaram da oficina culinária, onde prepararam salada de frutas e quitandas. “Ações integrativas como esta são de grande valia no tratamento terapêutico dos pacientes acompanhados pelo CAPS, pois promovem a integração dos diversos grupos além de favorecer e fortalecer relações saudáveis entre os indivíduos”, destacou o secretário.

FEVEREIRO ROXO/LARANJA - Embora seja um mês curto, fevereiro é o mês com mais campanhas engajadas: conscientização e prevenção ao Alzheimer, Lúpus, Fibromialgia (todas representadas pela cor roxa) e Leucemia (representada pela cor laranja).

Segundo Reginaldo, durante este mês, a secretaria irá realizar outras atividades em prol das campanhas ‘coloridas’: “atribuir cores aos meses é uma forma de chamar a atenção da população para temas importantes relacionados à Saúde. As campanhas conscientizam e educam a população para incentivar a promoção de saúde, detalham temas como a predisposição, prevenção e tratamento para doenças”, conclui.