É difícil se tornar um Mister? Entrevista com Lucas Freitas e Luiz Alberto

Mister Sacramento

O segundo mister de Sacramento, Lucas Freitas, e o produtor Luiz Alberto comentaram sobre os concursos e desafios

Lucas Freitas (foto acima), 25 anos, marceneiro, sua escolaridade é 2º grau completo. Ele viu sua vida mudar ao ser coroado Mister Sacramento e a partir daí sua preparação para o concurso Mister Minas Gerais, o qual foi eleito. Engana-se quem apostou apenas na sua beleza como requisito principal para conquistar o título estadual. Exemplo de humildade e caráter predomina na sua personalidade.

Depois deste título, Lucas foi um dos semifinalistas do Mister Brasil, conquistando neste concurso duas faixas: misters popularidade e parceria, considerado o mais simpático da competição.

Com toda esta trajetória, batemos um papo com o jovem empresário que falou um pouco desta luta, desde 2015, ano em que consagrou os títulos.

Para ele esta fase representou grandes realizações e oportunidades: “foram momentos de êxitos, alegrias, conquistas, crescimento pessoal e profissional. Em meio a tantos acontecimentos, conquistei um dos maiores sonhos de montar minha própria marcenaria, hoje reconhecida na cidade e região. Ainda desenvolvo alguns trabalhos como modelo e presença em eventos”. 

Agradeceu o apoio da família e amigos, do produtor e patrocinadores, mas principalmente as torcidas e pensamentos positivos de cada um, que fizeram prosseguir sua caminhada. “Fiz em pouco tempo, inúmeros trabalhos, desfiles, campanhas e revistas. Todos foram importantes e serão eternizados em minha vida”, ressaltou.

Conciliando o trabalho à frente da Marcenaria Freitas, ele disse que aproveita todas as possibilidades de participar dos melhores eventos do país, graças ao networking e amizades adquiridas nesta fase de concursos.

Entre prêmios e coroações, dois momentos pessoais foram marcantes na vida do mister:  a perda de sua maior inspiração e realização, a mãe Selma Rosa – que foi sua maior incentivadora na carreira; e o seu maior presente, “uma nova vida para me alegrar e dividir comigo meus dias”: a linda filha Maria Vitória, nascida pouco mais de um mês.

Sobre estas experiências, Lucas tirou um aprendizado e revela para os futuros candidatos a mister: “se você tem objetivos na vida e sonhos, vá em frente. Corra atrás e faça sua parte sempre com responsabilidade e amor pelo que está fazendo. É isso que as pessoas esperam de você. Se o seu sonho é fazer parte dos grandes eventos ou ser um mister, estude, vive o concurso e estude suas estratégias. Com isso, você chegará ao final com sentimento de dever cumprido. Ganhar ou perder faz parte da vida, mas isso pode ser planejado com sucesso, se você tem planos, faça isso com determinação. Seja protagonista de uma história de sucesso do começo ao fim”, destacou.

Luiz Alberto fala da dificuldade de encontrar jovens que estão realmente dispostos a participar dos concursos de mister

Em entrevista ao TOPUAI, conversamos com o cerimonialista e produtor Luiz Alberto Silva (foto abaixo), que falou da dificuldade de realizar um concurso de mister na cidade, falou dos requisitos essenciais e do pós-concurso.

 

luiz alberto

 

TOP UAI - QUAL A MAIOR DIFICULDADE DE ENCONTRAR UM MISTER EM SACRAMENTO?

Luiz Alberto - Umas das primeiras barreiras que encontramos chama-se preconceito, onde candidato que decide participar e na maioria das vezes criticado e são vítimas de brincadeiras de mal gosto pelos próprios amigos, mas temos candidatos de qualidade e com belezas as quais nos representam muito bem, mas poderíamos ter mais. A cidade sendo pequena muitos fica com vergonha ou até mesmo de assumir uma postura que diverge das demais, visto que se torna uma pessoa pública onde ser exemplo é muito e não querem esse tipo de compromisso. Sendo eleito também terão que fazer várias viagens, muitos não querem assumir esse compromisso e a maioria tem medo de se expor e ser crítica e passar por situações de constrangimentos pelos amigos.

TOP UAI - QUAIS SÃO OS REQUISITOS INICIAIS E OS ESSENCIAIS PARA SE INSCREVER A UM CONCURSO DE MISTER? Luiz Alberto - - Não possuir antecedentes criminais;
- Possuir personalidade agradável, ser comunicativo e sociável;
- Possuir beleza de rosto e corpo condizente com o título;
- Ser disciplinado e de boa conduta moral;
- Não ter sido fotografado em atividades consideradas pornográficas;
- Ser solteiro (no Brasil e no exterior), não ter sido casado;
O Concurso Municipal de Beleza busca um homem bonito, simpático, comunicativo, de bom caráter, inteligente e com vontade e disponibilidade de abraçar e trabalhar em causas sociais e ser preparado para representar o Município no concurso Estadual.

TOP UAI - DEPOIS DE ELEITO MISTER, O QUE VOCÊ CONSIDERA QUE É IMPORTANTE: TRABALHO OU MÍDIA?

Luiz Alberto - Os dois são importantíssimos, após eleito é feito trabalho muito grande de mídia divulgando o candidato, para que se torne cada dia mais conhecido, além de um trabalho maior de passarela, etiqueta, oratória, produção e como ter uma divulgação de imagem condizente ao título.  O Mister eleito ele tem de ter consciência que se torna uma pessoa pública sendo assim deve ser exemplo. Ter postura, comportamento e principalmente humildade em reconhecer que é representante da beleza máxima de seu município, mais não melhor dos que os outros.  

* Nossa reportagem tentou agendar entrevista com o primeiro mister de Sacramento, Robberson Kairon (Tatinha), mas ele se esquivou da pauta.