ABCZ cobra compromisso com o leite de presidenciáveis

ABCZ

Associação elabora documento para apresentação aos candidatos à Presidência da República

     Compromisso firmado e assinado! Essa é a proposta da Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ) aos presidenciáveis nas eleições 2018. Seguindo a promessa de uma entidade preocupada em desenvolver a cadeia produtiva do Zebu, tanto no que se refere a pecuária de corte como a pecuária leiteira, a ABCZ elaborou um documento solicitando compromisso dos presidenciáveis com o produto leite. O pedido reúne em oito páginas uma série de argumentos sobre a necessidade do desenvolvimento de políticas públicas para setor, além de sugestões. Ao final do impresso, há uma área para assinatura do candidato, oficializando o interesse em contribuir para o desenvolvimento da produção leiteira no país.

     "É a atividade que mais emprega no país. São cerca de 4 milhões de pessoas trabalhando nos campos e nas indústrias de laticínios. Só que, mesmo com a importância econômica do setor, não existe uma política de incentivo ao produto e que abra caminho para os derivados no mercado externo", comenta Arnaldo Prata, diretor da ABCZ que acompanha o projeto.

     Prata destaca ainda que o documento também será entregue a candidatos de outros cargos eletivos no pleito de 2018. O objetivo é garantir a criação de novas políticas públicas em todas as esferas do poder. Além disso, ele acredita que a campanha irá contribuir apresentando aos eleitores quais são os candidatos realmente comprometidos com setor, e que, depois de eleitos, atuarão fortalecendo o mercado interno não só na produção como também no consumo. Para se ter ideia, atualmente no Brasil a média é 179 litros/habitante/ano (IBGE,2016), muito distante do recomendado pela OMS, que é de 220 litros/habitante/ano.

     "Tudo isso reflete também nas exportações. Com a melhora do preço pago e o mercado futuro se abrindo, o pequeno e o médio produtores, que representam a grande maioria da produção do país, fazem investimento em genética, nutrição e manejo, melhorando a qualidade do produto final e fortalecendo ainda mais a atividade, com geração de mais renda e emprego no país", afirma.

     Para acessar o Termo de Compromisso, clique aqui.