Arquivo Público produz álbum fotográfico em comemoração ao Aniversário de Uberaba

Uberaba

A Superintendência de Arquivo Público de Uberaba lançará no final de fevereiro um Álbum Fotográfico Online em comemoração aos 198 anos do município. O material com 200 fotografias de ruas e praças de Uberaba começou a ser produzido nesta semana e contará a história da cidade desde o século XIX até o ano de 1980.

Segundo a coordenadora do projeto e superintendente do AP, Marta Zednick, os trabalhos estão na fase de pesquisa e seleção do material que será publicado. Todas as imagens serão captadas do próprio acervo municipal que conta hoje com mais de 60 mil imagens catalogadas. Fotografias originais, publicações em jornais e até algumas pinturas de artistas locais farão parte do novo E- book.

Marta explica que após a escolha do material, as imagens serão tratadas, revisadas e só então, o projeto gráfico será concluído.

"Nós estamos vivendo num período de recessão e a impressão gráfica de um Álbum como este tem um alto custo. Por isso, mais uma vez optamos pela publicação online, que é mais rápida e não gera nenhum custo para o município, já que toda a produção do material é feita pelo próprio Arquivo Público", justifica.

De acordo com a superintendente, as obras digitais também conseguem atingir um público maior. O Álbum fotográfico será publicado na página do AP, no Facebook da Prefeitura de Uberaba e encaminhado a Bibliotecas, Universidades e Arquivos Públicos de várias regiões do Brasil.

O termo e-book é uma abreviação do inglês "Eletronic Book" e significa livro em formato digital. Pode ser lido através do computador, PDA, tablet, smartphone ou em dispositivo próprio para esse efeito à venda no mercado denominado E-Book Reader.

"A fotografia é um documento que chama a atenção das pessoas, ela fala por si só. Através de uma foto é possível conhecer muito da cultura de um lugar, de uma época, desde as roupas, a arquitetura, os carros que eram usados, a economia, enfim, é um grande documento histórico. Sem dúvida este trabalho será mais um importante resgate da história de Uberaba", conclui.

Secom/ PMU