Campanha para voto útil mobiliza entidades de classe

Fiemg
A proposta é eleger candidatos do município
 
Representantes de 17 entidades classistas se reuniram, na sede da Fiemg - Regional Vale do Rio Grande, na noite desta quarta-feira (1º), para debater a importância da sensibilização e do engajamento local para garantir a eleição de representantes do município nos legislativos estadual e federal.
 
A intenção é que os votos sejam direcionados para representantes do município, oportunizando a ampliação legítima da quantidade e da qualidade de representantes do município.
 
Além da diretoria da Fiemg Regional Vale do Rio Grande, participaram 25 representantes da Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Uberaba (Aciu), Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Centro das Indústrias do Vale do Rio Grande Uberaba (Cigra), Instituto de Engenharia e Arquitetura do Triângulo Mineiro (IEATM), Lions Clube Uberaba, Mulheres Empreendedoras de Uberaba (BPW), Ordem dos Advogados do Brasil (OAB - Uberaba) e do Rotary Club Uberaba. 
 
Também estiveram presentes os integrantes do Sindicato do Comércio de Uberaba (Sindicomércio), Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Material Elétrico e Fundição de Uberaba (Simefu), Sindicato das Indústrias de Marcenaria, Carpintaria e Serraria de Uberaba (Sindmov), Sindicato da Indústria de Mármores e Granitos do Vale do Rio Grande (Simgvale), Sindicato da Indústria da Mecânica de Uberaba (Simu), Sindicato das Indústrias da Panificação e Confeitaria de Uberaba (Sindpan), Sindicato dos Profissionais da Contabilidade de Uberaba (Sindcont), Sindicato Rural de Uberaba (SRU) e da União das Lojas Maçônicas de Uberaba e Região (Ulmur).
 
O prefeito Paulo Piau e o secretário de Governo, Antônio Sebastião de Oliveira também estiveram na reunião. Eles comentaram os números do pleito. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a população de Uberaba é estimada em 328.272 mil habitantes. Desses, 232.250 mil devem ir às urnas. 
 
"A preocupação é com o grande número de candidatos e o período curto de campanha. É preciso conscientização. As abstenções também são motivo de alerta. É importante ir às urnas e votar em candidatos da cidade para que tenhamos nossos representantes batalhando pelos interesses locais", enfatiza a presidente da Fiemg Regional Vale do Rio Grande, Elisa Araújo. 
 
A próxima reunião será realizada ainda este mês para alinhamento de estratégias de mobilização das entidades classistas junto à comunidade.