Com mulheres nos cargos, Fiemg Regional Vale do Rio Grande realiza posse nesta sexta

Fiemg
Pela primeira vez na história da Fiemg, duas mulheres estarão à frente da entidade. Na Regional Vale do Rio Grande, Elisa Araújo (Sindcau) responde pela presidência e Miria Rezende (Sindiplast) pela diretoria da instituição
 
Solenidade de posse da nova diretoria da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg) - Regional Vale do Rio Grande, biênio 2018/2020, está marcada para esta sexta-feira (8), às 20h, no Centro de Cultura José Maria Barra. Está confirmada a presença do novo presidente da Fiemg, Flávio Roscoe.
 
Elisa Gonçalves Araújo responderá pela Fiemg Regional Vale do Rio Grande, enquanto Miria dos Reis Rezende ocupará o cargo de diretora da instituição. É a primeira vez que duas mulheres chegam às funções na entidade.
 
As empresárias integram o quadro de diretores do Centro das Indústrias do Vale do Rio Grande (Cigra). Elisa é presidente do Sindicato da Indústria de Calçados de Uberaba (Sindcau), desde 2013, e Miria está à frente do Sindicato da Indústria de Material Plástico de Uberaba (Sindiplast), desde 2012.
 
"Estamos cientes dos nossos desafios e empenhadas em desenvolver um trabalho de qualidade, com foco no desenvolvimento da Regional Vale do Rio Grande", enfatiza Elisa.
 
Na ocasião, também será empossado Luiz Alberto Balieiro, que assume a diretoria Regional, em Araxá. Ele é presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Planalto de Araxá (Sinduscon - Araxá). 
 
A cerimônia marca também a entrega do título de Mérito Industrial ao empresário Celso Antônio Costa, como reconhecimento pelos benefícios gerados à comunidade. Hoje, ele está à frente, junto com os filhos, da CAB Industrial, fundada em 1995. Detentora da marca Bota Brasil, a empresa produz calçados de segurança para vários segmentos, que atendem à demanda nacional e da América do Sul.
 
Quem também receberá a homenagem é o presidente do Conselho de Administração da Companhia Mineira de Açúcar e Álcool Participações (Vale do Tijuco Açúcar e Álcool), José Francisco de Fátima Santos. Ele iniciou a carreira comprando e vendendo frutas cítricas. A atuação nesse mercado permitiu ampliar os negócios. Com o progresso, a JF Citrus, se tornou uma das maiores produtoras de frutas cítricas em âmbito nacional.