Comando do Corpo de Bombeiros avalia destinar helicóptero para salvar vidas na região

AMVALE

O comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG), coronel BM Cláudio Roberto de Souza, esteve nesta terça-feira (5), em Uberaba, oportunidade em participou de reunião na sede da Amvale (Associação dos Municípios da Microrregião do Vale do Rio Grande) e, em seguida, visitou o Aeroporto “Mário de Almeida Franco”, com a finalidade de avaliar as condições da cidade em receber um helicóptero para atuar em toda a região como forma de melhorar a qualidade e o tempo de resposta nos atendimentos à população.

De acordo com o comandante, trata-se de um projeto focado nas potencialidades e demandas da região do Triângulo Mineiro, qualificando a proposta como “muito boa” para a corporação. Explicou, ainda, que veio a Uberaba para entender qual será a receptividade da população e das autoridades diante da possibilidade de aqui ser base da aeronave. “Entendemos que isso é perfeitamente viável. Esse foi o primeiro passo para conhecermos o local para fixação da base operacional e apurar as principais dificuldades para a concretização desse projeto” disse o coronel Claudio Roberto de Souza.

O CBMMG tem um convênio com a Secretaria de Estado da Saúde. A SMS está em processo de aquisição de duas aeronaves que vão servir para o atendimento pré-hospitalar em regiões que serão escolhidas. “O Triângulo Mineiro é uma dessas possíveis localidades que poderão receber uma delas. Não temos ainda um prazo definido. Colocamos para os prefeitos da região é que temos algumas questões técnicas que têm que ser seguidas. Esse processo está apenas se iniciando e várias outras etapas serão cumpridas”, argumentou o comandante.

Fizeram parte da comitiva do CBMMG o coronel Manoel dos Reis Morais, comandante operacional da Região Triângulo, e o tenente coronel Nivaldo Machado, comandante do Batalhão de Uberaba.

O presidente da Amvale, vice-presidente da AMM (Associação Mineira de Municípios) e prefeito de Pirajuba, Rui Ramos reforçou que estão sendo verificadas as possibilidades de o helicóptero vir para Uberaba. “Existe uma área, no aeroporto, que é usada pelos Bombeiros do local e que dá para receber uma adaptação. Será feita, agora, uma avaliação técnica e econômica e buscar recursos financeiros. É a melhor solução. Estamos procurando eliminar todas as restrições e dificuldades que possam impedir a vinda desse helicóptero para Uberaba e, assim, a cidade estar preparada para quando o governador (Fernando Pimentel) for  definir a localização da aeronave”.

Depois de enaltecer o apoio que tem recebido do prefeito de Uberaba e vice-presidente da Amvale, Paulo Piau; do secretário municipal de Saúde de Uberaba, Iraci Neto; do superintendente regional de Saúde, Ivan José da Silva, e do Conselho Municipal de Saúde, Rui Ramos destacou que o helicóptero virá atender a saúde regional, dentro do processo do Samu Regional.

O presidente da Amvale apontou como ponto importante do encontro com o comando do CBMMG “sabermos que, mesmo antes da implantação do Samu Regional, a aeronave pode estar sendo operada pelo Samu de Uberaba”, fato que, ainda conforme Rui Ramos, viria agilizar os processos de implantação do Samu Regional que, por sinal, já conta com área disponível para sua sede.

Diante do quadro econômico, o prefeito Paulo Piau recomendou seja observado o “bom senso”, quanto à necessidade da aplicação de recursos para que o projeto seja implantado, levando-se em conta as possíveis adaptações de local no aeroporto para abrigar a aeronave. O secretário municipal Iraci Neto (Saúde), ao fazer um relato sobre as condições de atendimento na área de saúde dos 27 municípios da região do Triângulo Sul, sintetizou: “Uberaba tem todas as condicionantes para receber esse transporte para atendimentos na área médica”.

Da Reunião na sede da Amvale participaram, também, a presidente do Conselho Municipal de Saúde de Uberaba, Maria José Freitas; a secretária do órgão, Marieta Barbalho; o coordenador regional do SUS Fácil, José Natal, e  o conselheiro estadual de Saúde, Jurandir Ferreira. No aeroporto, os visitantes foram recepcionados pelo superintendente da Infraero, Jucélio Oliveira, pelo analista da empresa, Lélio Baldo, e pelo diretor do Aeroclube de Uberaba, Djalma Perez Jr.

Fonte: AMVALE/ Jorn. Lúcio Castellano