Fiemg Regional Vale do Rio Grande orienta indústrias nas obrigações legais ambientais

fiemg

Os especialistas alertaram os participantes que descumprimento das obrigações ambientais pode acarretar multa de até R$363.811,50, conforme o caso 

A Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg) - Regional Vale do Rio Grande  reuniu cerca de 50 representantes de indústrias de Uberaba e região para repassar orientações sobre as Obrigações Legais Ambientais de 2019 e facilitar, por meio da informação, o execução da legislação. A palestra, ministrada no auditório da instituição, trouxe questões importantes e espaço para debate entre os participantes.

Para que a indústria esteja em conformidade ambiental com os diversos órgãos fiscalizadores, há uma série de itens que necessitam ser atendidos. É preciso atentar-se para os prazos de atendimento de condicionantes, envio de informações ambientais, pagamento de taxas, monitoramento de parâmetros ambientais, evitando, assim, a geração de multas e até mesmo a perda da licença concedida. 

No evento, os participantes se informaram com o advogado de Meio Ambiente da Gerência de Meio Ambiente da Fiemg, Henrique Damásio Soares, sobre as obrigações legais, como cadastro Técnico Federal e Estadual, Taxas de Controle e Fiscalização Ambiental, Relatório Anual de Atividades Potencialmente Poluidoras, Inventário de Resíduos Sólidos Industriais e Declaração de Áreas Contaminadas.  

Foi debatida também com o analista ambiental da Fiemg, Deivid Lucas de Oliveira, a Gestão de Recursos Hídricos, com ênfases sobre a Outorga de Direito de Uso de Recursos Hídricos, Tipos de outorga e procedimentos, Sistema Federal de Regulação de Uso – REGLA, Declaração Anual de Uso de Recursos Hídricos – DAURH, Sistema de Cadastro de Usuários de Recursos Hídricos em MG - SISCAD, Cobrança Pelo Uso da Àgua, Declaração de Carga Poluidora e Obrigatoriedade de Instalação de Medidores "Resolução 2.302/2015". 

O analista ambiental da Fiemg Regional Vale do Rio Grande, Hudson Torres, destaca que as penalidades aplicadas pelos órgãos de fiscalização ambiental podem, além de comprometer o funcionamento de uma indústria, gerar multas da ordem de R$363.811,50. "O papel da Fiemg, além da defesa de interesse da indústria, é promover condições para que o empresário esteja orientado em dia com as obrigações legais ambientais", finaliza Hudson.