Grupo Spasso Interfast inaugura nova unidade de armazéns em Uberaba

PMU

Inaugurado nesta sexta-feira (5) o novo silo graneleiro da Spasso Interfast Armazéns na BR 050, dentro da região logística da Intervales. A solenidade contou com a presença do prefeito Paulo Piau e do secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, José Renato Gomes, recebidos pelos diretores da Spasso Armazéns, Cláudio Stein, Carlos Otávio e demais membros da equipe.

Com investimento na ordem de R$20 milhões, a área possui 48 mil m² e o silo tem capacidade para armazenar cerca de 100 mil toneladas, podendo receber até quatro mil toneladas por dia. Visando a atender toda a região, o empreendimento gera cerca de 60 empregos diretos, além das oportunidades indiretas que movimentam o segmento.

Paulo Piau parabenizou o grupo destacando que o investimento da Spasso Armazéns valoriza a região da Intervales, atraindo o olhar e o interesse de futuros empreendedores. "A Intervales é um espaço no coração do Brasil e que ganha mais uma importante empresa. Aplaudimos este crescimento do grupo Spasso Interfast, que tem qualidade de gestão e continua investindo em Uberaba".

O secretário José Renato Gomes enfatizou que a conquista destaca, mais uma vez, a excelente logística e posicionamento estratégico de Uberaba. "O desenvolvimento da região da Intervales é uma realidade concretizada pelo prefeito Paulo Piau. A Spasso Armazéns é uma empresa que está operando em Uberaba há mais de 20 anos e dá mais este passo acreditando na Intervales, no desenvolvimento logístico dessa região. Estamos no caminho certo e um investimento como este confirma que realmente este é o novo polo logístico e estratégico do País", afirmou o secretário.

Segundo o  diretor da Spasso Armazéns, Cláudio Stein, o grupo fechará 2019 com dez unidades armazenadoras, com a próxima inauguração em dezembro em Vianópolis/GO. A rede totalizará capacidade estática para um milhão de toneladas de grãos em armazenamento, com média de recebimento diário de 30 mil toneladas. A empresa, ressaltou o diretor, "é símbolo de segurança e seriedade no mercado do agronegócio".

Jorn. Luiza Carvalho (Secom/PMU)