Modernidade e autonomia são pilares do projeto de nova gestão do Mercado Municipal

Mercado Municipal

A Prefeitura de Uberaba está trabalhando para modernizar a gestão do Mercado Municipal. Aos cuidados da Secretaria Municipal de Desenvolvimento do Agronegócio (Sagri), o projeto esteve em pauta em reunião nesta semana com a presença de equipe técnica da pasta, Procuradoria Geral, e representante da Associação de Permissionários do Mercado Municipal de Uberaba, que está sendo formalizada para assumir a gestão do local.

De acordo com o secretário Luiz Carlos Saad, a proposta é dar mais autonomia nas ações e melhorias do espaço, diminuindo a atuação do poder público, que continuará presente como proprietário do espaço, e aumentando a responsabilidade dos permissionários, que passarão a ser protagonistas da gestão. "Visitamos várias cidades no Brasil, onde os mercados municipais que funcionam bem atuam no mesmo modelo que estamos propondo para Uberaba. A gestão será feita por meio da Associação dos Permissionários do Mercado, e estamos modernizando a lei para reger o espaço. Com isso queremos iniciar esta gestão até o fim do ano e ver melhorias com rapidez".

Com a modernização da gestão, a Associação passará a ter responsabilidades do dia-a-dia e contrapartidas para a melhoria da infraestrutura. Os permissionários serão responsáveis, por exemplo, pela administração do condomínio do local, segurança, limpeza, pequenos consertos e melhorias da acessibilidade e organização. Em relação à reforma do espaço, as melhorias externas de pintura, restauração dos passeios e instalação de placas já estão sendo executadas contando com contrapartida dos permissionários, que estão engajados nas melhorias junto ao município. Além disso, estudos já estão em andamento para viabilizar uma restauração mais ampla a partir da busca de recursos federais, já que o espaço integra o Geossítio Santa Rita dentro do projeto Geopark Uberaba – Terra de Gigantes.

Outra melhoria, que refletirá positivamente no conforto e acesso da população ao local, é o estacionamento rotativo, que vai estabelecer tempo máximo de permanência e maior rotatividade de vagas. "As perspectivas são as melhores e a população vai sentir uma grande melhora para fazer suas compras no Mercado Municipal, o que deve refletir em aumento significativo de vendas. Vamos valorizar o espaço pensando não só no aspecto econômico, mas também com olhar para a importância histórica e cultural", explica Saad.

O presidente da Associação dos Permissionários do Mercado Municipal, Sérgio Manzan, avalia que a criação da Associação e modernização da gestão vai possibilitar melhorias mais ágeis. "Nós, permissionários, teremos um papel mais importante com essa gestão, de administrar todo o Mercado. Não será só esperar e cobrar da Prefeitura, pois vamos gerir todos os processos e ter mais autonomia. Tivemos uma reunião proveitosa e juntamente com a Prefeitura vamos buscar recursos para que o Mercado passe por uma grande revitalização".

Secom/PMU