Prefeito e ministro falam em celeridade na construção de equipamentos em loteamentos

Paulo Piau

Celeridade. Este foi o pedido do prefeito Paulo Piau ao ministro das Cidades, Alexandre Baldy, esta tarde em Brasília, onde esteve acompanhado do presidente da Companhia Habitacional do Vale Rio Grande, Marcos Jammal, que até recentemente esteve diretor do Departamento de Melhoria Habitacional da Secretaria Nacional de Habitação. Representantes da Caixa Econômica Federal também participaram da reunião.

Na pauta, a construção de equipamentos sociais em loteamentos entregues em Uberaba. Enfim, discutiram sobre a liberação de recursos para o início, sobretudo da construção de novas escolas nos loteamentos recentemente entregues. Uberaba foi a primeira cidade a protocolar os projetos.

O prefeito e o ministro usaram o mesmo vocabulário. Celeridade também foi o termo que o ministro utilizou para se dirigir à Caixa Federal, no sentido de continuidade das obras dos Residenciais Girassóis III e IV.  Há idêntica preocupação com o conjunto Alfredo Freire IV, para o qual Piau também pediu agilidade, mas nele a situação é mais burocrática, haja vista a necessidade de troca de empresas e não apenas de ajustes contratuais.

Para o prefeito, o ministro estar ciente de todas as questões e detalhes é de importância ímpar, pois a população aguarda os imóveis.

Drogas.  Antes, Piau esteve na Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas, onde se encontrou com o seu titular e assessor especial do Ministério da Justiça, João Luiz Pinto Coelho Martins de Oliveira. Com ele, o prefeito tratou de recursos para capacitação de multiplicadores de ações antidrogas e manutenção de programas já existentes. Além disto, Piau convidou e confirmou a presença do secretário nacional, João Luiz em Uberaba para o início de outubro, entre os dias 1º e 5.