Prefeitura inaugura Central de Digitalização de Documentos

Digitalização de Documentos

Dezesseis milhões de arquivos passarão pela Central de Digitalização de Documentos da Prefeitura de Uberaba, por meio da Codiub Inteligência Digital, inaugurada nesta terça-feira pelo prefeito Paulo Piau na presença de secretários municipais, vereadores, servidores e imprensa. O trabalho de inovação reforça a modernização dos processos com a eliminação de papel, reduzindo burocracia e impacto ambiental, além de possibilitar mais transparência e eficiência na gestão pública.

O projeto coordenado pela Codiub foi contemplado no Programa de Modernização da Administração Tributária e Gestão dos Setores Sociais (PMAT). O recurso, de cerca de R$5 milhões, inclui mobiliário, equipamentos, softwares e equipe de 20 servidores treinados e capacitados para a digitalização com cuidados técnicos desde o manuseio dos papéis até o arquivamento. O trabalho está previsto para durar um ano. Os documentos vão desde processos de licitações até prontuários de saúde.

O prefeito Paulo Piau destacou a importância do projeto para a consolidar a eficiência na gestão. "Este é um governo sério, transparente e eficiente. Com o PMAT vamos otimizar o acesso a documentos e o cadastro dos cidadãos através da tecnologia da informação, ou seja, são investimentos aplicados na modernização. Estamos avançando na diminuição de burocracia e de papel, simplificando a vida da comunidade, portanto cumprindo nosso papel de executar uma boa gestão pública", arrematou.

Segundo o presidente da Codiub, jornalista Denis Silva, o projeto vai além da premissa da desburocratização, já que também é uma preocupação ambiental. "O estoque de documentos ocupa grande espaço físico. Por isso, paralelo ao processo de digitalização, a Codiub tem um grande trabalho em desenvolvimento para que os processos já 'nasçam' digitais, como o alvará online e o licenciamento ambiental. O que estamos fazendo é consertando parte do passado e tudo ficará disponível em um servidor, com a segurança necessária. É economia em papel, em impressão e em armazenamento".

Wellington Fontes, secretário de Fazenda, frisou que este é um caminho seguro e que contribui diretamente para a qualidade do trabalho interno e atendimento à população. "Vai facilitar a vida de todos, muito fácil compreender sua objetividade e custo-benefício. Se dividirmos o investimento pela quantidade de documentos que serão guardados eternamente, veremos que é um custo irrisório. É algo que já tentamos fazer no passado e não deu certo, e agora está em prática com a competência e visão da gestão do prefeito Paulo Piau", ressaltou Fontes.

Diminuir papel reduz de burocracia, ajuda o meio ambiente e agiliza a vida do cidadão

A redução de papel, que traz reflexos na redução de burocracia, é importante para toda a comunidade. É o que Denis Silva ressalta explicando que a digitalização, no trabalho de desburocratização implementado na Prefeitura de Uberaba, dá agilidade aos processos para os cidadãos. "Estamos caminhando a passos largos para ser uma cidade efetivamente digital. O sofware de inteligência consegue ler os documentos para identificar números e termos específicos que facilitam a busca de informações, ou seja, não será necessário desembalar processos impressos. Todos os documentos que precisam ser mantidos em papel, dentro do prazo legal, serão recatalogados e receberão códigos de barras, facilitando a identificação e o armazenamento organizado", explica Denis.

Jorn. Luiza Carvalho (Secom/PMU)