Procon Uberaba reúne com setores da alimentação, farmácias e drogarias

Procon Uberaba

A Fundação Procon Uberaba realizou na tarde desta sexta-feira (25) reunião com fornecedores de gêneros alimentícios em geral, como supermercados, mercearias,  varejões e panificadoras e representantes do setor de farmácias e drogarias. O objetivo do encontro foi discutir a situação do abastecimento desses produtos na cidade, em decorrência da greve nacional dos caminhoneiros.

Durante a reunião, alguns comerciantes do setor supermercadista relataram que a greve já tem reflexos no abastecimento de produtos como carnes, lácteos e hortifrutis. Diante da situação e a crescente preocupação com a elevação excessiva dos preços, o presidente do órgão de defesa do consumidor, Rodrigo Mateus Signorelli emitiu uma carta de recomendações aos empresários que atuam em Uberaba.

O documento informa os setores sobre as práticas abusivas que caracterizam infrações ao CDC e que podem incorrer em sanções administrativas e criminais. O texto também orienta os comerciantes que devido ao problema do abastecimento, a venda de alguns produtos seja realizada com limites quantitativos, num prazo de 10 dias, para que atenda a população como um todo.

O presidente do Procon informou que durante este período, equipes de fiscalização farão acompanhamento diário dos preços nos estabelecimentos para coibir aumentos abusivos.

"Nós vamos monitorar os preços. Sabemos que em algumas situações o empresário vai pagar mais caro por determinados produtos e esses valores terão de ser repassados ao consumidor, mas o comportamento de se aproveitar da crise e dobrar ou até triplicar os preços, isso não vai ser tolerado", ressaltou.

Diante de qualquer irregularidade o consumidor poderá acionar o Procon pelo telefone ou Whatsapp (34) 99869-9000.

* Secom/ PMU