Sagri incentiva Horta Comunitária na Casa Guadalupe

sagri

Com apoio da Secretaria Municipal do Agronegócio – Sagri, equipe da Casa do Adolescente Guadalupe, na Vila Craide, deu início ao plantio de horta comunitária. O projeto tem a participação das crianças e mães daquela comunidade.

O plantio da horta foi iniciado em meados de abril. Em parte de uma área do tamanho de um campo de futebol, foram feitos oito canteiros. A Sagri entrou com o serviço de preparo do terreno e construção dos canteiros, além de análise do solo para calagem e adubação e assistência com os agrônomos Fábio Lucas e Raoni Terra. Ainda da Prefeitura, por meio da Secretaria de Serviços Urbanos, veio o esterco.

Sob coordenação das professoras Viviane de Oliveira Marques e Aline Claro de Oliveira, do Projeto Educação Ambiental Florescer, foi feito o plantio de folhosas como alface, rúcula e almeirão. A horta conta também com jiló e mandioca.

Segundo Viviane a meta é envolver as crianças e adolescentes atendidas pela Casa Guadalupe, assim como as mulheres do bairro que se mostraram bastantes interessadas com a horta. "Eles ajudarão na manutenção e reposição dos canteiros com aulas práticas dos nossos cursos," salienta a professora, acrescentando que a ideia é trabalhar com o adubo orgânico, que será produzido pelo sistema de compostagem.

No geral, complementa Viviane Marques o objetivo é uma produção de hortaliças em grande escala, de maneira a compartilhar os produtos entre as famílias participantes do projeto e vender o excedente para manutenção da horta. "Com isto, vamos trabalhar com o grupo questão de economia solidária, empreendedorismo e no caso das mães, o feminismo," arremata ela.

Já o diretor de Agropecuária da Sagri, José Geraldo Celani entende que a iniciativa pode ser seguida por várias outras instituições da cidade. "Dá nossa parte daremos o suporte, com apoio através de equipamentos e, principalmente, a assistência técnica sistemática," garante ele. Para Zé Geraldo tudo deve ser planejado, iniciando com uma plantação pequena como na Casa Guadalupe e ampliar à medida que a comunidade vai aderindo a proposta.

* PMU