Uberaba realiza atendimento diferenciado com surdos na rede municipal

surdez

No Brasil, são 10 milhões de surdos, 5% da população, de acordo com a OMS

Neste mês de setembro, em que se comemora o Dia Nacional do Surdo, a Secretaria de Educação, por meio do Departamento de Educação Inclusiva, mostra em diversas ações porque é referência na região. Kellen Mara Dias é surda, pedagoga especial da Secretaria de Educação e tradutora de Libras. Ela atua no Departamento de Educação Inclusiva da rede municipal e é destaque do trabalho realizado com pessoas com deficiência auditiva nas escolas de Uberaba, assim como todos da equipe da Semed. Outro exemplo é realizado pela professora Elisângela Rezende, na Escola Municipal Arthur de Melo Teixeira, com uma aluna de 12 anos que precisa da profissional de apoio para auxiliar no processo de interpretação e tradução, Libras (Língua de Sinais Brasileira) e Português.

Elisângela está com a aluna há três anos, é pós-graduada em Libras e faz graduação em Letras-Libras. Na escola, ela tenta envolver toda a turma da aluna surda para que consigam se comunicar melhor. O projeto "Surdo Incluso no Ensino Regular" é realizado por ela para que os estudantes consigam compreender desde a história e o desenvolvimento da pessoa surda como as possibilidades e desafios para a inclusão. "A aluna consegue se comunicar muito bem e os colegas já sentem necessidade de aprender mais Libras. Temos dificuldades sim, porque nem todos conhecem a língua utilizada pela aluna, porém procuro inserir outras atividades que facilitem a comunicação de todos e ela possa aprender", completa.

A educação inclusiva na rede municipal de Uberaba é referência para 39 municípios da região, atendendo mais de 1.500 alunos da Rede, encaminhados ao Centro de Referência de Educação Inclusiva "Paulo Antônio de Pável de Carvalho" (Crei). Atualmente, 16 desses alunos possuem algum tipo de deficiência auditiva. O Crei oferece curso para alunos intermediários nas segundas e iniciantes às quintas. O Crei também recebe o Núcleo de Estudos sobre a Surdez.

A chefe do Departamento de Educação Inclusiva da Secretaria de Educação (Semed), Denise Rodovalho Scussel, fala sobre a importância do trabalho executado desde 2016. "Mesmo que estejamos iniciando essa filosofia, Uberaba é referência. Tudo é levado muito a sério. Todas as unidades escolares contam com profissionais preparados além da parceria com a Escola Dulce de Oliveira, com o Projeto Labor", declara Denise.

Fonte: Jorn. Ana Rizieri (SECOM/PMU)