Uberabenses prestigiam o Desfile Cívico de 7 de Setembro

desfile cívico

O prefeito Paulo Piau e o vice, João Gilberto Ripposati, acompanhados pela primeira e vice-primeira-dama, Heloísa Piau e Marilene Ripposati, respectivamente, receberam demais autoridades para assistir ao desfile de 7 de setembro, comemoração cívica pela Independência do Brasil. Cerca de seis mil pessoas desfilaram e a população de Uberaba esteve presente ao longo do trajeto para prestigiar o momento. De acordo com a Polícia Militar, um público de 10 mil.

O desfile foi organizado com excelência pela Chefia de Gabinete e pela Secretaria Municipal de Educação, com apoio da 5ª Região da Polícia Militar de Minas Gerais e diversos parceiros. O tema "Nas rotas da história: das entradas e bandeiras ao bicentenário da emancipação política de Uberaba", contará até 2020, em quatro quadrantes, a história de Uberaba.

Foram sete pelotões, dois deles motorizados, que contaram os primeiros 50 anos da cidade, desde o surgimento do povoado às primeiras manifestações econômicas, artísticas e culturais. O desfile começou com o pelotão militar, seguido de clubes de serviços. Logo após, entraram as secretarias municipais e autarquias, seguidos pelo pelotão das escolas municipais, que apresentaram pedagogicamente os estudos realizados em sala de aula. No outro pelotão, entraram as alas da Superintendência Regional de Ensino, com as escolas estaduais. O desfile terminou com os pelotões motorizados das secretarias e autarquias municipais, finalizando com os veículos militares.

Em 2018 serão apresentadas na avenida "Personalidades históricas atuantes na consolidação de Uberaba; em 2019 será o tema "Uma cidade em evolução: aspectos peculiares da trajetória econômica" e, em 2020, "Uberaba Atual: dois séculos de gestão com perspectivas".

Sílvio Oliveira, levou um filho para desfilar e a outra filha para prestigiar o evento. "Eu acho importante trazer as crianças, porque estamos vivendo momentos tão tristes no nosso país e aqui incentivamos os nossos filhos a acreditar que ainda há algo de bom", diz.

A secretária de Educação Silvana Elias comparou o desfile a uma festa da cidadania. "É o resgate dos valores cívicos, onde a educação pode colaborar na construção de uma nova lógica e um novo olhar sobre a independência do Brasil", acrescenta.

Piau ponderou sobre o desfile com o resgate da história da cidade, num momento delicado política e economicamente para o País. "Se nossos antepassados brigaram pela independência e, hoje, temos tantas amarras no nosso País, travando a possibilidade de desenvolvimento, precisamos buscar a independência do povo brasileiro, é essa a reflexão que precisamos fazer", conclui.

Fonte: PMU