Vereador cobra resposta sobre contratação sem licitação da FGV

Kaka Carneiro

Vereador Kaka Carneiro se posicionou novamente, nesta terça-feira (20), sobre a contratação da Fundação Getúlio Vargas para realizar a reforma previdenciária no Ipserv, pela Prefeitura de Uberaba. O vereador questiona a contratação, sem licitação, do serviço, pelo valor de R$2 milhões. 

Até então, a Prefeitura de Uberaba não encaminhou ao gabinete do parlamentar as justificativas que embasam a tal contratação, e sequer justificou os motivos pelos quais descartou outra proposta de empresa com expertise no assunto, cujo  orçamento é bem inferior ao ofertado pela FGV. "Meu trabalho é fiscalizar. Estou cobrando respostas que ainda não recebi. E vou insistir nisso", afirma. 

Kaká Carneiro ainda afirmou que, caso obtenha as respostas do governo municipal, levará os questionamentos ao Ministério Público, visto que a contratação da FGV, fere a Lei de Licitações. 

Kaká Carneiro também pede ao prefeito Paulo Piau que aguarde o final da votação da reforma previdenciária pelo Senado Federal, antes de qualquer contratação de serviço envolvendo a reforma previdenciária no Ipserv, tendo em vista que muitas questões ainda estão pendentes. "É preciso cautela e vou até o fim nestes questionamentos", finaliza. 

Fonte: Daniela Brito (Ascom Vereador)