Amistosos entre Brasil e Estados Unidos estão com ingressos à venda

seleção

Uberaba recebe duas das maiores forças do voleibol mundial. Por aqui estarão Brasil e Estados Unidos, para dois amistosos dias 14 (às 19 horas) e 16 de agosto (às 20 horas). Ambas as partidas serão disputadas no Centro Olímpico da Univerdecidade.

As partidas servirão de preparação para o Mundial do Japão, em setembro, uma das competições mais importantes do calendário internacional do vôlei, que acontece em setembro.

Os ingressos já se encontram à venda na loja Sabores do Açai, no Uberaba Shopping, onde são vendidas apenas entradas inteiras, por R$ 60,00 e pelo site https://www.tudus.com.br/evento/amistoso-volei-feminino-uberaba, onde se pode comprar tanto entradas inteiras como meias.

O presidente da Fundação Municipal de Esporte e Lazer (Funel), Luiz Alberto Medina, comemora a promoção de mais esse grande evento na cidade. "Cidades como Brasília e Rio de Janeiro receberão apenas um jogo. Nessa fase de lapidação das duas equipes só Uberaba receberá duas partidas. Na minha visão é um privilégio! Esperamos que grande público prestigie mais esse evento, a exemplo dos anteriores", comemorou Luiz Medina.

A seleção braasileira fará os jogos com o reforço de Thaís, Dani Lins e Fernanda Garay, três campeãs olímpicas que estavam afastadas da equipe nacional. "Estou confiante e tenho o apoio da comissão e do grupo. Posso contribuir com minha bagagem, experiência e energia. Meu coração acelerou quando apareceu a oportunidade de jogar de novo na seleção. Essa vontade é ainda maior pelo desejo de disputar o Mundial. É um título que ainda não conseguimos e queremos bastante", explicou Fernanda Garay.

Ela comentou sobre a importância de uma conversa com o treinador José Roberto Guimarães: "Precisava descansar e ficar um tempo mais dedicado para minha família. Tive uma conversa muito boa com o Zé Roberto e isso foi muito positivo para minha volta. Pelo meu histórico e por toda a confiança que a comissão técnica me passou, me senti motivada a voltar e brigar para estar bem no Mundial", explicou a atacante.

Comunicação-Funel