Uberaba conquista 25 medalhas e cinco troféus na etapa estadual do JEMG

JEMG

Mais de 80 alunos/atletas uberabenses participaram da etapa estadual dos Jogos Escolares de Minas Gerais realizada em Uberlândia entre os dias 29 julho e 3 de agosto. Uberaba conquistou 25 medalhas e 5 troféus. No Judô foram conquistadas nove medalhas, sendo sete de bronze, uma de prata e uma de ouro, esta última conquistada por João Vitor Gomes, aluno da Escola Estadual Professora Corina de Oliveira, além de um troféu de 3º lugar por equipe conquistado pela Escola Municipal José Geraldo Guimarães.

No ciclismo foram duas medalhas, sendo uma de prata e uma de bronze, ambas conquistadas pela aluna/atleta Lucia Ferreira Assunção,  além de um  troféu de 3º lugar por equipe para o Colégio Cenecista Dr. José Ferreira. Na ginástica rítmica as boas participações individuais renderam ao Colégio Opção o troféu de 3º lugar geral.

O sucesso maior de Uberaba foi com os paratletas com várias conquistas. Na Natação PCD foram 11 medalhas. Pablo Henrique do Colégio José Ferreira ganhou três medalhas de ouro.  Pedro Henrique conquistou quatro medalhas de ouro e João Manoel duas de ouro e duas de prata. Os atletas são da Escola Municipal Uberaba.

Na bocha as paratletas Ana Vitória e Karen Maria conquistaram uma medalha de prata cada, além de contribuírem para o troféu de 1º lugar para a Escola de Atendimento Especial Superação. Os alunos/atletas aguardam agora a convocação para a etapa nacional dos jogos que ocorrerá em Blumenau/SC em novembro. Já os paratletas disputam a etapa nacional em São Paulo/SP também em novembro.

O presidente da Fundação Municipal de Esporte e Lazer (Funel) Luiz Alberto Medina agradeceu aos alunos/atletas, técnicos e à equipe da Funel pelo empenho. "Nós somos os responsáveis pelo envio da delegação e por oferecer todo o suporte para que o desempenho favorável;  como foi. Agora temos que dar continuidade ao trabalho, pois temos esperança de ter vários alunos/atletas em Blumenau/SC e os alunos/paratletas em São Paulo/SP, em novembro", afirmou Luiz Medina.

Jorn. Aurélio Veloso (Secom/PMU)