Ação solidária consegue cadeira motorizada para estudante retornar ao curso de Psicologia da UFTM

EXP Produções

Aline Cristine de Sousa, portadora da síndrome artrogripose múltipla congênita recebeu a cadeira de rodas motorizada, adquirida com a ação social realizada durante 10ª edição dos Jogos Acadêmicos da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM).

O pedido veio por meio das redes sociais da empresa produtora do evento, EXP Produções, e foi abraçado pela equipe. Durante a competição, em dezembro, foi realizada a campanha para a venda de bilhetes, no valor de R$ 2, com renda destinada à compra da cadeira de rodas motorizada, valendo passaportes para as festas da EXP Produções durante o ano de 2019.

A doença grave, caracterizada por deformidades e rigidez nas articulações, impede que Aline se locomova naturalmente. Aos 20 anos, após a morte da mãe, ela precisou trancar a matrícula no 2º período de Psicologia, na Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM). A mãe era a responsável por levar a universitária até a instituição para acompanhar as aulas. A cadeira de rodas motorizada possibilita que ela volte aos estudos.

"Estou muito feliz. Essa cadeira motorizada representa uma mudança significativa na minha vida, ir à faculdade sozinha e começar a fazer as coisas de forma independente. É difícil ficar dependente das pessoas. A vida inteira foi minha mãe, mas agora vou aprender", comemora Aline.

Na ação, realizada durante os jogos, foram arrecadados R$ 1.916,00. Além da venda dos bilhetes, universitários da UFTM promoveram brechós, que resultaram em R$6.470. “Fico muito feliz por essa conquista. Ver a Aline se locomovendo com mais autonomia é uma grande vitória. Esse sempre foi o sonho dela”, explica uma das organizadoras do Brechá do Amor, Maria Eduarda Rodrigues.

A equipe da EXP Produções completou o valor para concluir a compra da cadeira motorizada, que custou R$9.422,16.

"Nosso público é o universitário. Contribuir com a Aline para que ela volte aos estudos e para ter uma vida mais independente é muito importante. A gente precisa estar atento às oportunidades de ajudar quem precisa", finaliza o diretor da EXP Produções, Samuel Wainer.